Arquivo da tag: Vênus

Vênus em Virgem

No dia 18 de julho Vênus ingressou em Virgem para uma rápida e significativa passagem. O trânsito foi breve, de 18 a 31 de julho, mas no dia 08 de outubro Vênus vai ingressar novamente em Virgem e vai transitar por este signo até o dia 08 de novembro.

Esta primeira passagem por Virgem não foi muito fácil porque este é um signo em que Vênus não se sente bem. Vênus está em queda em Virgem , pois a sua exaltação é no signo oposto, Peixes. Na astrologia, os termos “exaltação” e “regência”ou “domicílio” indicam que a energia, o significado e o simbolismo do planeta estão em sintonia com as características do signo. Ou seja, se o planeta está no signo de sua regência ou domicílio ou de sua exaltação, significa que ele está muito bem ali, é bem recebido porque vai conseguir exercer as suas características com facilidade, sem esforço ou empecilhos.

Quando o planeta está no signo oposto ao seu domicílio ou regência e exaltação, ele está exilado ou em detrimento ou em queda. Ele está em um ambiente que não combina com as suas características, é como se fosse um convidado que não é bem-vindo e assim o planeta não fica à vontade e tem que se esforçar muito para mostrar as suas qualidades.

Vênus, que é o planeta do amor, da expressão do afeto, da beleza, dos valores e do dinheiro, quando está em Virgem, um signo muito prático, crítico e detalhista, encontra dificuldades para fazer a sua energia amorosa fluir. E com a retrogradação de Vênus que ocorreu neste signo entre os dias 25 e 31 de julho, todo o senso crítico nos afetos e nas finanças teve um peso ainda maior. Foram dias de analisar, filtrar e reavaliar nossas atitudes no trabalho e também de cuidado com o outro. A retrogradação em Virgem foi uma análise crítica para nos preparar para a reavaliação do que valorizamos e da nossa maneira de amar que será feita em Leão.

Em outubro, após o período de reavaliação em Leão, quando ingressar de vez em Virgem, Vênus vai fazer aspectos difíceis com Saturno e Netuno. Vivenciaremos um paradigma entre ilusão, fantasia e adequação do amor à nossa nova realidade. No final do trânsito em Virgem, vai ser possível ver renascer uma nova perspectiva de amor, com muito otimismo, fé e confiança. Vênus vai fazer trígono com Plutão que vai oferecer a força necessária para transmutar antigas crenças e padrões e em seguida Vênus fará a belíssima conjunção com Júpiter, que também estará em Virgem. Mesmo este sendo um posicionamento fraco para os planetas do amor e da abundância, nos sentiremos mais confiantes para receber e dar amor. E será possível colocar em prática essa experiência de amor pleno, no encontro que Vênus fará com Marte no dia 02 de novembro.

 

3ff8d314d0ab7027e360c553a1d984b6

Anúncios

Vênus em Câncer

E hoje inspirada pelo dia das mães, resolvi escrever sobre a Vênus mais maternal de todas, a Vênus em Câncer. Vênus que ingressou neste signo na quinta, dia 07/05, vai deixar o amor mais romântico e sensível até o dia 05 de junho. Este é o momento do aconchego. Após o trânsito por Gêmeos, que foi um período de leveza, conquistas e paqueras, as relações ganham mais intimidade.

Os relacionamentos que foram iniciados no período anterior, enquanto Vênus passeava livre, leve e solta por Gêmeos, poderão ganhar um ar de mais intimidade e segurança. De um modo geral, durante este trânsito os relacionamentos ficam mais sensíveis e essa sensibilidade significa que os sentimentos poderão ser  facilmente magoados, mesmo que muitas vezes não sejam demonstrados. Pode haver um pouco de instabilidade no humor, por conta da Lua que é regente de Câncer. Serão dias de valorização da família, do lar, da pátria, das raízes. As pessoas podem ficar mais caseiras e buscar o divertimento em casa. É um período bom para cuidar da casa e se dedicar à família.

Podemos nos voltar ao passado e sentir saudade muitas, já que Câncer é ligado ao passado e a memória, mas também será um momento de relembrar os bons momentos dos relacionamentos, atuais ou antigos.

O feminino estará bastante forte, já que seremos influenciado pela energia das duas figuras femininas do zodíaco: Lua, regente de Câncer e Vênus. O instinto maternal estará mais forte, a feminilidade e os sentimentos serão manifestados de forma maternal e mais carinhosa. Nos relacionamentos também estaremos mais propensos a cuidar e alimentar o outro.

Nos primeiros dias deste trânsito, até o dia 18/05, a sensibilidade estará ainda maior por conta do trígono de Vênus com Netuno. Esse instinto maternal poderá nos aproximar ainda mais da família e nos deixar mais empáticos e generosos com todos à nossa volta. Nos sensibilizaremos com causas sociais e a sensibilidade artística estará em evidência. Mais gentileza e demonstrações de afeto.

Porém, a partir do dia 19/05, essa delicadeza poderá ser substituída por emoções mais intensas e imprevisíveis. Vênus fará oposição a Plutão na noite do dia 21/05 e nos mostrará a necessidade de ajustar e eliminar alguns padrões de relacionamentos que não funcionam mais. No dia 25/05 será a vez de Vênus fazer quadratura com Urano, que reforça a importância da mudança e a inovação na nossa maneira de amar. Essas mudanças podem se manifestar na forma de rompimentos, perdas e términos de relacionamento, mas essas finalizações podem dar espaço para novas relações ou mesmo finalizar e renovar a dinâmica de um relacionamento existente. Plutão e Urano nos mostram que as mudanças precisam acontecer, independente da nossa vontade e para que o processo seja menos traumático, é fundamental conscientizar-se que a mudança sempre acontece para a nossa evolução.

Venus_Cancer

Marte em Touro e Vênus em Gêmeos

Marte e Vênus seguem caminhando até o próximo encontro que vai ocorrer em agosto no signo de Leão. Enquanto isso, Vênus avança pelo zodíaco e Marte segue os seus passos.

Marte ingressou em Touro no dia 31 de março e vai transitar desconfortavelmente por este signo até o dia 11 de maio. Marte é co-regente de Escorpião e por isso não se sente bem quando transita por Touro, signo oposto a Escorpião. O planeta da ação, não consegue agir de forma imediata como está acostumado e as ações podem se tornar lentas durante este período.

O impulso pode diminuir e podemos ficar mais preguiçosos e teimosos também. Assim como acontece com Marte em Libra, a agressividade pode ficar desmedida e podem acontecer ataques de explosões sem sentido.

O lado positivo deste posicionamento é que podemos focar a energia para a realização. Este não é o momento de desperdiçar energia e sim de se dedicar a um ou dois objetivos. Mesmo com um pouco lentidão, a chance de concretizar os projetos é maior, ainda que não aconteça no tempo que desejamos. O período também é bom para a melhoria da renda e qualquer tipo de investimento material ou artístico, mesmo que o retorno não seja imediato.

De 10 a 14 de abril, Marte em sextil com Netuno vai deixar as ações mais suaves  e será mais fácil deixar a intuição nos guiar. É possível ter mais energia para buscar a concretização dos nossos sonhos também.

De 15 a 19 de abril Marte fará quadratura com Júpiter e esta tensão pode fazer com que as nossas ações se tornem exageradas e a agressividade ficar ainda mais desmedida, com ataques de violência e explosões. É necessário também ter cuidado com a arrogância, a indolência e com gastos excessivos e impulsivos. Marte e Júpiter juntos podem nos fazer gastar por impulso e certamente ficaremos arrependidos depois.

De 19 a 23 de abril Marte em trígono com Plutão vai nos dar muito impulso e determinação para a realização. Serão ótimos dias para usar a força, aumentar a nossa potência e sexualidade. Este aspecto aumenta a força de vontade, os desejos e o uso do poder concentrado para conseguir o que desejamos. Permite também um forte impulso para transformar situações e eliminar empecilhos.

Vênus, que vai ficar retrógrada em agosto para esperar por Marte no signo de Leão, ingressou em Gêmeos ontem, dia 11 de abril e segue leve e versátil pelo signo da comunicação até o dia 07 de maio. Serão dias de leveza no amor. O momento é ótimo para paquera, conversas, passeios, pequenas viagens e muita troca. A interação social estará grande, assim como a vontade de fazer novos contatos.

Vênus em Gêmeos adora flertar, brincar e o amor vai ser acompanhado de bom humor e muita simpatia durante este trânsito. Não é o momento de fazer muitas exigências nem drama. Também não é bom criar expectativas, pois Gêmeos é um signo impermanente e a experiência aqui é a oportunidade de vivenciar outras perspectivas e possibilidades de amor.

Os primeiros dias do trânsito não serão fáceis. Entre os dias 12 e 17 de abril Vênus em oposição a Saturno pode trazer dificuldades. Podemos ficar muito exigentes e usar palavras inadequadas. A interação social pode ficar difícil por conta de obstáculos, o dinheiro pode ficar curto e pode haver baixa autoestima e um pouco de desânimo também. Tudo isso por conta da necessidade de mais responsabilidade e seriedade que Saturno sempre impõe e que pode não ser muito bem entendida por Gêmeos, que é mais flexível e versátil do que o limitante e sério Saturno.

A semana do dia 13 pode ser ainda mais complicada para os relacionamentos por conta de Netuno. Vênus em quadratura com Netuno até o dia 21 pode nos deixar confusos. Enquanto Saturno nos chamará para a realidade, Netuno pode trazer confusão e muitos enganos. O desafio será buscar o equilíbrio entre os nossos sonhos e o que queremos realizar. Outro fator que pode atrapalhar a expressão dos sentimentos é o excesso de especulação mental. A energia de Gêmeos nos faz pensar demais e usar mais a razão do que a emoção. E o Amor tem como base o sentimento.

A partir do dia 22 e até o dia 28 será possível resgatar a leveza nos relacionamentos e abrir o caminho para as oportunidades e novidades. Vênus em sextil com Júpiter e Urano vai nos deixar mais entusiasmados e criativos. Júpiter pode nos dar uma forcinha e fazer melhorar a relação com o dinheiro trazendo mais ganhos e crescimento.

marte e venus

Vênus em Touro

Vênus ingressou em Touro, na terça, dia 17/03 e segue confortavelmente  no seu signo de domicílio até a manhã do dia 11/04. Aqui conseguimos perceber a beleza do amor físico, por isso essa Vênus expressa o afeto fisicamente, calorosamente, estavelmente e possessivamente.

Touro tem uma ligação muito forte com a terra, com a natureza. Vênus encontra terreno fértil neste signo. As doces sementes da vida assumem a forma de matéria, que cuida e conserva o embrião que está se formando. Uma das grandes representações de Vênus em Touro é o dinheiro, que nada mais é do que uma energia de troca. Através do uso correto desta energia conseguimos estabilidade, continuidade e o nosso sustento. Durante este trânsito teremos uma sensação de segurança ou pelo menos iremos buscar esta segurança. Teremos mais chances e oportunidades de concretização. No nível espiritual, a busca por realização financeira está ligada à consciência  de que estamos no plano físico e precisamos vivenciar o aqui e agora.

Touro valoriza o conforto e o controle material, o luxo e os objetos bonitos. Há uma apreciação intensa pelas sensações físicas: visão, som, aroma, paladar, tato. Os sentidos físicos precisam ser estimulados, por isso o gosto pela boa comida, bebida, perfumes, a boa música, o sexo, o toque e todos os prazeres proporcionados pelos sentidos. O gosto pelo contato com a natureza também é muito forte. Os relacionamentos se tornam mais estáveis e seguros. As finanças também passarão por uma fase de estabilidade que vai trazer mais segurança.

Na semana do dia 24 de março, Vênus fará sextil com Netuno em Peixes que vai proporcionar mais sensibilidade, empatia, compreensão e romantismo nas relações afetivas. Mas, a partir do dia 26 e até domingo, dia 28, é necessário ter cuidado com certas extravagâncias e exageros. Vênus vai fazer quadratura com Júpiter e podemos exagerar na comida, na bebida, nos gastos financeiros, na preguiça e na luxúria. E também podemos criar expectativas elevadas em algumas situações ou achar que algo já está garantido e cometer alguns deslizes ou descuidos. É importante também ter cuidado com o que vamos comprar. Podemos ter gastos altos ou com supérfluos.

Vênus vai fazer trígono com Plutão de 28/03 a 01/04, que vai trazer mais intensidade e profundidade aos relacionamentos. Muito erotismo, sedução e mais prazer nas relações. Plutão hipnotiza Vênus e os contatos são sempre transformadores. Os relacionamentos podem passar por uma regeneração positiva e alguns podem até renascer se tiver acontecido algum afastamento recentemente. É possível também uma recuperação financeira, fechar bons negócios e transformar o visual, ou seja, buscar a beleza através da transformação.

Venus Touro

O Ciclo de Vênus e Marte – uma avaliação na maneira de amar

No dia 20 de fevereiro Marte ingressou em  Áries e vai transitar com muita energia no seu signo de domicilio até o dia 31 de março. Marte é o regente de Áries e por isso consegue exercer todas as suas qualidades aqui.

No dia seguinte foi a vez de Vênus  ingressar em Áries (o trânsito termina no dia 16 de março) onde não consegue exercer tão bem as suas qualidades, pois não é bem recebida. Libra, que é regido por Vênus, é o signo oposto a Áries e neste posicionamento Vênus fica fraca. De qualquer forma, este foi um encontro bastante especial. No dia 22 de fevereiro Vênus e Marte fizeram uma conjunção que representou o início de um novo ciclo.

Vênus e Marte são amantes ardentes e costumam se encontrar a cada dois anos mais ou menos (a última conjunção aconteceu em abril de 2013 no signo de Áries). Porém, a cada 77 meses, mais ou menos, ocorrem 3 conjunções de Vênus e Marte dentro de um período de nove meses. Uma dessas conjunções acontece com Vênus retrógrada,  que faz parte de um ciclo maior de 32 anos. Vou explicar melhor o que representa este ciclo. Este texto é um pouco mais complexo porque trata de um tema mais técnico, os ciclos planetários, que é abordado na Astrologia Avançada e por isso usei muitos conceitos que o astrólogo Alexander Ruperti utiliza no seu livro Ciclos de Evolução.

Antes de falar sobre o ciclo, vou falar um pouco sobre o mito de Vênus e Marte. Eles formam um par complementar, representam os arquétipos puros do feminino e do masculino, o desejo e a vontade, o sentir e o agir. Na mitologia grega Ares, o deus da guerra (Marte é o nome romano)  é amante de Afrodite, a deusa do amor e da beleza (Vênus na mitologia romana) casada com Hefesto (Vulcano). O interessante desse mito é que Marte, agressivo, bruto, grosseiro e violento só repousava nos braços da doce Vênus. Era com ela que ele recuperava as energias e descansava das batalhas. Vênus entregava-se aos jogos de conquista e sedução e escolhia os seus amantes entre os muitos pretendentes que tinha. Apolo (Sol) era um deles e apesar de ser bonito, sedutor e poético, Vênus preferia o violento Marte.

Na astrologia, Vênus e Marte representam tudo o que o indivíduo faz de uma maneira natural e espontânea. Enquanto o que é valioso e satisfatório está ligado à Vênus, o desejo e a capacidade de expressar esse sentimento de maneira espontânea é função de Marte. Quando Vênus e Marte estão agindo em conjunto, Marte vai lutar para conquistar aquilo que Vênus decidir que tem valor.

No mapa natal, Vênus e Marte juntos representam os valores e a luta para conquistar aquilo que desejamos. Esse par também simboliza a maneira como nos relacionamos afetivamente e sexualmente. Porém, neste ciclo que ocorre numa média de 6 anos, o último ocorreu há 5 anos, em 2010, temos a oportunidade de aprender a amar de forma verdadeira, seguindo a nossa essência.

O amor de Vênus é um amor muito mais amplo do que o amor dos sentimentos pessoais, principalmente a forma como o amor é vivenciado nas relações afetivas e nos casamentos atuais. Nessas relações vemos muito mais a expressão e a busca pelo preenchimento das necessidades e desejos pessoais do que uma relação verdadeira de amor. Nessas relações existem mais projeções de sentimentos e a expressão de Marte do que de Vênus.

Essa emoção do “pôr-se em movimento”, como Ruperti menciona em seu livro, é o que Marte faz quando segue Vênus. Esse ciclo é muito importante pois nos dá a oportunidade de viver o amor em sua essência e isso será possível quando Vênus iniciar o movimento retrógrado.

Mas o que é o amor de Vênus? Ele é uma expressão da lei universal de atração e repulsão e como tal está absolutamente desvinculado das emoções. No mapa natal Vênus mostra a qualidade da capacidade de amar da pessoa – o valor dado ao amor, melhor do que a expressão individual do amor. Vênus mostra o caminho no qual a pessoa encontrará o amor se e quando o amor entrar no seu caminho. O signo onde está Vênus no mapa representa a energia da essência pura do nosso amor.

Neste ciclo de Vênus e Marte, que ocorre quando acontecem três conjunções num período de nove meses e uma dessas conjunções acontece com Vênus retrógrada, o Universo nos dá a oportunidade de aprender a vivenciar o amor puro e assim mudar os nossos valores negativos ou condicionados e dar um significado espiritual mais profundo para as ações individuais. Não podemos esquecer que somos seres espirituais vivendo uma experiência humana ou material. Durante este período podemos nos mover mais livres e eficientemente de acordo com a nossa verdadeira essência.

A primeira conjunção de Vênus e Marte ocorreu no signo de Áries, no dia 22 de fevereiro. Vênus estava no grau 01°26 e  Marte no grau 01°32. É importante verificar a casa do mapa natal que corresponde ao grau do signo da conjunção, pois ali que vai acontecer a dinâmica da conjunção Vênus-Marte e não dá pra esquecer da influência dos outros planetas também. Neste momento Urano também encontra-se em Áries e está fazendo quadratura com Plutão em Capricórnio e nos mostra que existe uma tensão e reforça a necessidade de transformar e mudar a maneira de agir nos relacionamentos.

A segunda conjunção será no dia 31 de agosto, quando Vênus estiver retrógrada no grau 14°48 de Leão e Marte no grau 14°45. Neste período será o momento de aprendizagem mesmo. Com Vênus retrógrada é possível viver de acordo com a nossa própria verdade e desenvolver as nossas capacidades pessoais e assim desligar o nosso senso de valores das considerações culturais, sociais e religiosas que nos dominam. Viver de maneira espiritualmente livre é um grande desafio e certamente encontramos muitas dificuldades, pois o espírito livre se choca com situações “normais” da vida. Quando Vênus ingressar em Leão tratarei mais sobre esta conjunção que é a mais importante do ciclo.

A última conjunção vai acontecer no dia 02 de novembro no signo de Virgem, Vênus no grau 23°45 e Marte no grau 23°57.

É importantes analisar as casas que as conjunções vão ocorrer no mapa e se vão fazer aspectos com outros planetas do mapa natal, principalmente a conjunção com Vênus retrógrada. Se isso acontecer é possível entender o significado individual desse ciclo, que será extremamente importante para o aprendizado e evolução na maneira de amar do indivíduo. Observar os acontecimentos que ocorreram no passado e fazer uma análise mais profunda, é muito interessante como forma de avaliar o nosso crescimento. Se possível, vale a pena investigar o que aconteceu há 32 anos, quando Vênus ficou retrógrada em Leão, no dia 19 de setembro de 1983, no grau 24°.

Venus_and_Mars_Sandro Botticelli

Vênus em Peixes

Desde o dia 27 de janeiro Vênus, o planeta do Amor, está transitando majestosamente em Peixes, signo de sua exaltação e onde é muito bem recebida.

Quando Vênus transita por Peixes o astral fica mais romântico. O amor é valorizado, idealizado e a fantasia estimulada. É muito fácil se apaixonar durante o trânsito de Vênus em Peixes, pois este é o signo da sensibilidade,  da compreensão e do romantismo.

Durante este trânsito que vai até o dia 20 de fevereiro, Vênus fará aspectos significativos com Saturno, Netuno e Plutão. Assim que ingressou em Peixes, Vênus fez quadratura com Saturno, que pode ter dificultado a expressão do amor. Foram apresentadas dificuldades para a concretização dos nossos ideais amorosos. Saturno é concreto, prático, nos mostra a realidade e muitas vezes para colocar o amor em prática e realizar nossos sonhos, é preciso enfrentar muitos desafios.

Vênus também se encontrou com Netuno, regente de Peixes, numa conjunção. Netuno fortaleceu os ideais românticos de Vênus com muita sensibilidade, empatia e compaixão. Netuno reforça a necessidade de aceitação, entrega e de de viver o amor de forma incondicional, sem expectativas e ilusões.

A partir do dia 06 e até o dia 08, Vênus fará sextil com Plutão. Vênus e Plutão quando se encontram deixam o amor mais sensual, intenso e magnético. Plutão exerce um poder de atração fascinante e hipnótico em Vênus. Serão dias de muita entrega. Peixes também promove muita cura e junto com Plutão dará a oportunidade de regenerar algumas relações.
A empatia de Vênus em Peixes aliado ao poder transformador de Plutão pode curar feridas e ajudar a renovar a relação. E as relações íntimas precisam ser renovadas constantemente.

Uma das lições de Vênus em Peixes é aprender a vivenciar o amor divino, incondicional e desinteressado. O amor ágape, a mais elevada forma de amor. Quando Vênus em Peixes não entra nessa frequência, pode encontrar enganos e falsas expectativas no amor, pois vai projetar um ideal inatingível. O Amor Divino expressa-se através da arte, da música e das criações estéticas que ajudam a colocar mais beleza no mundo. A caridade, o trabalho voluntário e oferecer os dons e talentos a serviço do planeta também são expressões do amor ágape.

venus_peixesjpg

Mercúrio e Vênus em Aquário

Janeiro iniciou com ventos aquarianos nos relacionamentos e na comunicação. Nos primeiros dias do ano, Vênus e Mercúrio ingressaram no progressista e libertador signo de Aquário.

Vênus vai transitar por Aquário até o dia 27 de janeiro e durante estes dias sentiremos um desejo maior por liberdade nas relações. Vênus em Aquário expressa o afeto livremente, inconvencionalmente, experimentalmente e gosta de flertar. Depois de um período de consolidações afetivas, quando Vênus transitou por Capricórnio, chegou o momento de avançar na relação. Amar verdadeiramente implica em dar liberdade ao outro, o amor precisa ser livre também. Quando não há compreensão da liberdade, podem ocorrer impulsos individualistas, extremistas e rebeldes. Aquário nos lembra que é necessário se abrir para o mundo e para o convívio dinâmico com outras pessoas. Neste momento as emoções são liberadas através do contato com o coletivo, com os grupos e com os amigos. Temos aqui o amor-amigo e a valorização da amizade. Nos primeiros dias de janeiro, até o dia 9, Vênus fará sextil com Saturno que permitirá criar vínculos afetivos seguros e estáveis. A partir do dia 10 e até o dia 19, Vênus em sextil com Urano reforçará a necessidade de compartilhar o senso de individualidade, excitação e liberdade. Será o momento de fazer diferente nas relações e podem acontecer novidades na vida afetiva. No dia 19, Vênus em oposição a Júpiter em Leão vai nos lembrar da necessidade de equilíbrio na expressão do amor, que deve ser feita de forma generosa e expansiva, mas levando em consideração o amor que recebemos e o amor que oferecemos. Júpiter pode aumentar ainda mais o narcisismo e a necessidade de preencher o ego enquanto Vênus nos lembra que precisamos compartilhar o amor e respeitar a individualidade  do outro. Vênus em Aquário nos ensina a enxergar o mundo além do nosso próprio umbigo.

Os afetos estão sendo influenciados pela energia aquariana assim como as ideias e o pensamento. Mercúrio, o planeta da comunicação, ingressou em Aquário no dia 05 e fará uma passagem longa por este signo, até o dia 12 de março. Isso porque Mercúrio ficará retrógrado no dia 21 deste mês.

De acordo com a Astrologia Tradicional, a exaltação de Mercúrio ocorre no signo de Virgem, mas para os astrólogos modernos Mercúrio está exaltado em Aquário.Neste signo a comunicação ocorre de forma aberta, inteligente e livre. A energia mental é capaz de receber ideias de outros níveis de consciência.

Há uma necessidade de estabelecer ligações diferenciadas com os outros e a mente está aberta às novas experiências. A verdade torna-se uma prioridade aqui, principalmente a expressão da verdade de cada um, por isso que só a verdade nos liberta. Mercúrio em Aquário é capaz de ver as coisas em termos mais amplos e muitos insights ocorrem neste posicionamento.

Durante os meses de janeiro, fevereiro e no início de março, Mercúrio fará aspectos com Saturno, Urano e Júpiter que permitirão que a comunicação se torne mais focada, inovadora e expansiva, com perspectivas muito mais amplas que facilitarão o entendimento e a resolução das questões.

Mercúrio vai iniciar o movimento retrógrado no dia 21 de janeiro no grau 17°05, alguns dias antes já perceberemos a influência da retrogradação e durante 22 dias, até o dia 11 de fevereiro, quando retoma ao movimento direto, teremos a oportunidade de rever processos, ideias, posicionamentos, retomar contatos e voltar atrás em algumas questões para podermos seguir em frente e fazermos escolhas melhores e adequadas à nossa verdade.

Porém, apesar de ficar direto no dia 11, só a partir do dia 15 que a comunicação volta a fluir melhor e no dia 04 de março, quando Mercúrio passar pelo mesmo grau em que ficou retrógrado, o grau 17°, é que será possível resolver em definitivo as questões iniciadas na retrogradação.

Não é necessário se estressar e colocar a culpa de todos os problemas de comunicação, trânsito e deslocamentos em Mercúrio durante o período em que ficar retrógrado. Sempre que um planeta fica retrógrado, principalmente um planeta pessoal, temos a oportunidade de rever e revisar muitas coisas que precisam ser aprimoradas. Entrar na sintonia do caos e não aproveitar esse momento para reflexão e crescimento é desperdício de tempo e energia.

aquario2