Céu da Semana: de 19 a 25 de março de 2017

Feliz Ano Novo Astrológico! Na segunda, dia 20 de março, às 07h29 da manhã, acontece o Equinócio de Outono no hemisfério sul e o ingresso do Sol no signo de Áries. Para a Astrologia inicia-se um novo ciclo, um novo ano astrológico. No mesmo dia a Lua entra na fase Minguante, que representa uma semana de fechamento e interiorização. Apesar do início do novo ano, o astral é de finalização, na Lua Nova que vai acontecer no final do mês que sentiremos a energia da força de início de Áries. A comunicação ainda passa por desafios, que podem ser mais complicados do que na semana passada. Mercúrio faz aspectos tensos com Plutão e Júpiter que podem trazer imposição de ideias, manipulação e uma tendência a impor o nosso ponto de vista. O Sol faz um aspecto que chamamos de conjunção inferior com Vênus, por conta da sua retrogradação. Esse aspecto faz parte de um ciclo importante, que afeta o desenvolvimento dos nossos valores. Uma oportunidade de evolução e clareza na área afetiva. Como essa conjunção ocorre a cada 8 anos, podemos fazer um importante exercício de reflexão de como estava a nossa vida amorosa em 2009 e os nossos valores. Conseguimos evoluir nas nossas experiências pessoais?

A manhã de domingo pode ser um pouco confusa. A Lua em tensão com Netuno pode atrapalhar o despertar. O ideal é descansar e buscar atividades mais contemplativas para aproveitar melhor essa energia.O último dia de Verão deve ser mais leve no final da tarde. A Lua em harmonia com Júpiter traz mais leveza e alegria.  A noite deve ser mais estimulante também. A Lua em aspecto positivo com Urano traz originalidade e insights positivos.

Na segunda de manhã acontece o começo de uma nova estação, o outono, no hemisfério sul e o ingresso do Sol no signo de Áries. Feliz Ano Novo Astrológico! A Lua se alinha a Saturno em uma conjunção e apesar da necessidade de ação, a manhã será um pouco lenta e de algumas cobranças. A Lua fica fora de curso até ingressar em Capricórnio um pouco depois do meio-dia e em seguida entra na fase Minguante, período de recolhimento, avaliações e finalizações. Apesar do novo ciclo astrológico, esta ainda será uma semana de preparação para este novo ano.

Na terça de madrugada a Lua faz aspecto tenso com Vênus e um harmônico com Marte.
A desarmonia entre Lua e Vênus pode trazer dificuldades na relações pessoais, mas a interação positiva com Marte nos impulsiona a agir e a resolver as dificuldades, o que deixa a manhã bastante ativa. De tarde a Lua em harmonia com Netuno nos deixa mais sensíveis e compreensivos. A noite pode ter alguns entraves na comunicação e atrasos. A Lua em tensão com Mercúrio pode provocar desentendimentos.

A quarta deve ser o dia mais tenso da semana. Durante a madrugada a Lua faz aspectos tensos com Plutão, Júpiter e Urano que podem dificultar o despertar e causar mudanças de planos e tumultos no início da manhã. Ainda durante a manhã a Lua fica fora de curso e será difícil manter os planejamentos. Teremos que contar com muitos imprevistos. Antes da meia-noite a Lua ingressa em Aquário e o astral vai ficar mais extrovertido.

A manhã e a tarde de quinta serão de leveza. Antes do amanhecer a Lua em harmonia com o Sol traz clareza e no final da manhã a Lua faz aspecto positivo com Vênus que favorece as relações sociais, os contatos e nos deixa mais amorosos. O desafio será manter essa energia, pois no início da noite a Lua  em  tensão com Marte que vai nos deixar mais agressivos, extravasar a raiva e a irritabilidade de forma positiva será fundamental para evitar atritos. A comunicação pede muita atenção. Mercúrio em tensão com Plutão pode causar explosões, brigas e discussões. Podemos ter revelações desagradáveis. É importante enxergar outros pontos de vistas, sem imposição de ideias e manipulação.

Na sexta de manhã ainda teremos desafios na comunicação. Mercúrio em tensão com Júpiter pede equilíbrio. É preciso estar atento com aquilo que prometemos. Pode haver tendência a prometer mais do que podemos cumprir. Também será importante controlar a arrogância e a vaidade intelectual. De tarde será possível encontrar mais harmonia na comunicação. A Lua faz aspectos positivos com Mercúrio e Júpiter que nos deixam mais tolerantes e abertos a ouvir o outro. A Lua em aspecto positivo com Urano deixa a noite animada e com novidades. Estaremos mais abertos e comunicativos com grupos e amigos.

No sábado de madrugada a Lua em harmonia com Saturno estabiliza as emoções e nos deixa mais focados. No início da manhã a Lua ingressa em Peixes e o astral vai ficar mais sensível. As atividades artísticas, espirituais e religiosas estarão favorecidas, assim como o contato com o mar. O Sol se alinha a Vênus em uma conjunção que faz parte de um ciclo que acontece a cada 8 anos e que possibilita importantes reflexões sobre os nossos relacionamentos afetivos, nossos valores e a maneira como lidamos com as nossas finanças.

Ceu da Semana 19_25

 

 

Ano Novo Astrológico – 2014, o ano de Júpiter

No dia 20 de março o Sol ingressou em Áries, primeiro signo do Zodíaco e na Astrologia consideramos esta data o início do novo ano astrológico.

No hemisfério norte a entrada do Sol no signo de Áries marca o equinócio da Primavera, que é um período de renascimento. O mundo adquire uma nova claridade após o frio repouso invernal. Este é o momento de lançar-se aos novos desafios e mover-se corajosamente em direção a eles.

Aqui no hemisfério sul neste período acontece o equinócio do Outono, momento em que o homem e a natureza devem trabalhar juntos, em harmonia, a fim de manter o equilíbrio e colher as safras para armazená-las para o Inverno. Porém, energeticamente, somos influenciados por essa energia de vitalidade e de começo. E no Brasil, o país do carnaval, o ano começa de verdade após o Carnaval, período em que o Sol está no signo de Áries.

Além da representatividade do começo, do impulso, da iniciativa e do combate simbolizadas pelo signo de Áries, o ano novo astrológico recebe a influência de um planeta que simbolicamente rege cada ano. E 2014 é o ano de Júpiter. Para chegar a essa conclusão, os astrólogos da antiguidade utilizavam a “Estrela dos Magos”, de sete pontas, que leva em consideração apenas os planetas antigos (não entram nesta tabela os planetas transpessoais ou exteriores: Urano, Netuno e Plutão).

É consenso entre os astrólogos utilizar esta tabela até hoje em dia, apesar de alguns astrólogos considerarem o regente do ano conforme a análise do mapa de cada região de acordo com o horário do ingresso do Sol no signo de Áries. Nos mapas das principais cidades do Brasil: Rio, São Paulo, além das principais capitais de cada região e da capital federal, Brasília, o ascendente é Câncer e Júpiter está em destaque nestes mapas. Portanto, Júpiter terá uma grande influência este ano no nosso país.

Particularmente, considero esta antiga tabela de regência planetária para tomar como base a influência cósmica geral para todo o mundo, ou seja, a energia que influenciará o nosso planeta como um todo. Simbolicamente podemos dizer que este regente do ano é como se fosse um horóscopo geral pra todo mundo, assim como os horóscopos que levam em consideração apenas o signo solar. Quando queremos detalhes específicos para cada pessoa ou região, devemos recorrer à análise do mapa natal ou local, neste caso o mapa do ingresso do Sol em Áries na cidade que queremos analisar. É importante enfatizar que a análise do regente do ano faz parte da Astrologia Mundial, por isso me referi ao mapa de cada região. Para as previsões pessoais, devemos analisar sempre o mapa natal e os trânsitos. As previsões para cada pessoa são sempre individualizadas.

Mas, voltando ao ano de Júpiter, esta regência sempre ocorre após um ano de Saturno. 2013 foi um ano pesado, de muitas lições e responsabilidades devido à influência de Saturno. Após um período de dureza e de aprendizado, esperamos mais sorte, benefícios e leveza. E Júpiter nos oferece essa sensação.

O maior e mais benéfico dos planetas, representa a capacidade de crescer, traz oportunidades, proteção (espiritual, material, social e intelectual), alarga a vida no âmbito social e promove a expansão da consciência. Representa a filosofia, religião, o Direito, as leis, outras culturas, o estrangeiro, língua estrangeira, viagens, estudos universitários, vida acadêmica, aventura, publicidade, os relacionamentos em sociedade. É o que estimula a gente ir para frente. Representa o “anjo da guarda”.

Otimismo, confiança, fé, entusiasmo, ensino, inspiração intelectual, conselhos, acredita em milagres, que as coisas vão cair do céu.  Lucros. Acha por direito divino que tem o direito de receber as coisas boas da vida. Vaidade, dogmas, protocolo, cerimônias, boas maneiras no comportamento social. Capacidade de prosperar.

No mapa do Brasil, representa o período em que iremos vivenciar com o evento da Copa do Mundo: seguiremos protocolos, teremos contato com outras culturas, línguas estrangeiras e iremos nos relacionar com pessoas de diferentes países. A Copa do Mundo irá colocar o país em evidência, poderá trazer crescimento, expansão e muitas oportunidades, mas também poderá mostrar de forma mais ampla todos os problemas existentes. E aumentá-los ainda mais.

No lado negativo Júpiter também expande e aumenta o que é ruim. Pode engordar, fazer crescer a arrogância, vaidade, hipocrisia, as dívidas. Aumenta os problemas e as crises.

Júpiter inicia a sua regência em Câncer, signo em que está exaltado e por isso as características deste planeta são destacadas. Até julho, período em que transitará por Câncer, haverá uma necessidade de crescer e progredir pelo desenvolvimento dos valores da família e pelo apoio emocional. As pessoas estarão mais tradicionais, voltadas para família ou com um maior desejo de formar uma família. A sensibilidade emocional estará mais desenvolvida e poderá ocorrer o aumento da especulação imobiliária. Devido às crises dos últimos anos nesta área, o melhor é aguardar mais um pouco para adquirir um imóvel.

Depois do período escasso e  de crise de Saturno, que foi muito difícil, mas com certeza proporcionou aprendizado e a possibilidade de construir uma base sólida, Júpiter nos traz mais esperança, otimismo e a fé de que dias melhores virão. Entretanto, a Boa Sorte pode nos presentear sim, mas se o período de Saturno tiver sido bem aproveitado e as lições aprendidas. Caso isso não tenha acontecido, se uma base sólida não foi construída, vai ser complicado para Júpiter fazer crescer e dar oportunidade para algo positivo se expandir. Se não aprendemos nada com Saturno, as crises e os problemas irão crescer e Júpiter pode ser muito mais maléfico, já que fazer crescer é com ele mesmo.

Imagem