Arquivo da categoria: Astrologia Corporativa

Astrologia Eletiva e o Planejamento de Negócios

Quando lançar um novo site e iniciar um projeto? Qual o melhor momento para inaugurar uma loja ou filial? No mundo dos negócios levamos em consideração diversos fatores como orçamento, disponibilidade de tempo, decisão dos diretores, clientes e dependendo, até dos fornecedores que podem atrasar a entrega de um material que é fundamental para o novo negócio, por exemplo.

Mas, podemos levar em consideração um outro aspecto se quisermos saber se o que desejamos iniciar ou implementar pode dar bons frutos e atingir as metas estabelecidas. A Astrologia tem o tempo como aliado e é possível escolher os melhores momentos para iniciar projetos de acordo com os objetivos da Empresa.

Por exemplo: se a meta é inaugurar uma loja e a finalidade é ter muitos clientes, o melhor é abrir as portas em uma Lua Cheia, pois certamente irá atrair muitas pessoas. Se o negócio for uma padaria ou restaurante, o bom é que a Lua esteja em Câncer ou Touro, que são signos que tem tudo a ver com a alimentação (Câncer) e a apreciação de alguns prazeres como comer uma boa comida (Touro).

Se o projeto estiver ligado à internet ou aplicativos para celulares, é bom optar pela Lua ou Mercúrio em Aquário, signo que representa a tecnologia. Para negócios relacionados à moda, a Lua ou Vênus em Leão são boas opções.  Se por exemplo temos uma reunião de negócios importante e as pessoas devem levar a sério o que for dito, a energia da Lua em Capricórnio facilita para que isto aconteça.

Se o objetivo é dar uma festa com muita descontração a Lua em Virgem não é favorável, pois as pessoas devem ficar tímidas e inibidas. Para eventos como este, o melhor é escolher o dia em que a Lua estiver em Gêmeos ou Sagitário.

Conhecendo o mapa da Empresa ou das pessoas chaves envolvidas no processo, é possível escolher uma data e fazer o mapa do evento de acordo com o tipo de negócio e que melhor se adeque ao mapa da empresa ou das pessoas envolvidas. Mas, mesmo sem o conhecimento destes mapas, é possível eleger a melhor data.

É claro que apesar da escolha e do conhecimento do mapa do evento, não é possível garantir o sucesso do projeto, pois outros fatores influenciam para que isso aconteça, como esforço e dedicação empregadas. E mesmo que seja possível escolher o momento ideal, existe o relativismo e o livre arbítrio que irão interferir nas escolhas que serão feitas no desenvolvimento do processo. Além disso, um negócio pode dar certo por determinado período e só porque não foi o tempo desejado, não quer dizer que não tenha dado certo.

A Astrologia é uma ferramenta que pode nos ajudar a entender e a vivenciar os momentos da melhor maneira possível. Seja para colher os resultados positivos ou para saber lidar com os períodos de tensão e crise. E nesse caso a Astrologia Eletiva (escolha do momento adequado para determinado empreendimento) pode ser uma grande aliada no mundo corporativo.

Image

Astrologia e Gestão de Pessoas

A Astrologia pode estar muito mais presente na nossa vida do que imaginamos. Esse conhecimento milenar vai além das populares previsões do horóscopo de jornal e pode ser utilizado como uma ferramenta auxiliar na tomada de decisões. E não apenas nas decisões e questões de âmbito pessoal, tais como: “Vou conseguir me mudar esse ano?”, “Devo ingressar no mestrado e seguir a carreira acadêmica?”, “Por que não consigo aceitar a morte do meu pai?” ou “Meu casamento está em crise. Vou conseguir suportar?”

A Astrologia também pode auxiliar nas decisões corporativas, principalmente no que se refere à gestão de pessoas, planejamento de projetos, campanhas de marketing e até mesmo investimentos financeiros e perspectivas de novos negócios.

Sim! Isso mesmo! Assim como os dados contábeis e as metodologias BSC (Balanced Scorecard), Seis Sigma e PDCA funcionam como ferramentas de suporte para tomada de decisão, a Astrologia também pode ser usada como ferramenta auxiliar na gestão de negócios e principalmente no desenvolvimento de pessoas e equipes.

A análise do mapa astral da empresa e dos mapas das pessoas envolvidas pode influenciar numa decisão importante de negócios – sobretudo se envolver dinheiro ou, principalmente, a vida das pessoas. Ou seja, a proposta é avaliar mais do que um signo, simplesmente. A análise e as técnicas astrológicas são aplicadas em conjunto com os conhecimentos de administração, de acordo com a realidade da empresa e nunca de uma forma isolada e especulativa.

Na área de Recursos Humanos, na Gestão de Pessoas, ela pode ser aplicada em todos os subsistemas de RH. Vamos usar como exemplo o Recrutamento e Seleção. Suponhamos que uma empresa da área de TI esteja contratando um Gerente de Projetos. O recrutador irá analisar os currículos, avaliar a experiência dos candidatos, vai fazer as entrevistas, aplicar os testes comportamentais que achar necessário e após passar por todas as etapas e finalizar o processo seletivo, ele pode utilizar a análise do mapa astral como um complemento para conhecer um pouco mais o futuro funcionário.

Através do mapa, será possível avaliar o momento que ele está vivendo, como será o relacionamento dele com o superior imediato e o restante da equipe e se as características dele estão alinhadas com a empresa, mesmo que não saibamos qual é o mapa da empresa (mas só pela data de aniversário da empresa é possível ter o conhecimento das principais características). Se o candidato tiver o Sol ou a Lua em Aquário ou o planeta Urano em destaque no mapa, sabemos que ele está na área certa e tem afinidades com o tipo de negócio da empresa, já que Aquário e o seu regente Urano estão ligados à área de Tecnologia e à modernidade.

Se essa pessoa for de Aquário e o seu superior imediato tiver características fortes de Touro, podemos saber de antemão que o relacionamento vai requerer algum esforço. Como Aquário e Touro são signos fixos, formam o que chamamos de quadratura ou um conflito de energia, isso porque ambos os signos possuem como características fortes a determinação e a consolidação. Touro é um signo do elemento Terra e Aquário do elemento Ar e por serem perseverantes e defenderem os seus pontos de vista, não entram em acordo facilmente porque possuem perspectivas diferentes: um é mais concreto e o outro é mais idealista.  Sabendo disso, o novo funcionário terá que encontrar alternativas na hora de apresentar os seus projetos para o seu chefe que provavelmente não aceitará as suas novas ideias tão facilmente e que precisarão ser aplicadas de forma muito prática. E o chefe saberá que o novo funcionário apresentará ideias originais e criativas para a empresa, mas que ele provavelmente não será tão flexível.

A Astrologia também pode ser utilizada para auxiliar no desenvolvimento de líderes, na capacitação e treinamento dos profissionais e para definir por exemplo, o início de um determinado projeto. Chamamos isso de Astrologia Eletiva, mas são assuntos que serão tratados nos próximos posts.

Imagem